• Galeria Calixto 36

Pequeno manual da gallery wall



Sabe aquela pasta do Pinterest cheia de referências de decoração dos sonhos? Aposto que a maioria delas tem quadros compondo o ambiente. Trazer arte para um ambiente é também trazer um pouco da sua personalidade, aquela sensação de lar que nenhuma parede em branco consegue passar.


Que tal então montar uma gallery wall (uma parede cheia de quadros) naquele espaço que tá pedindo algo a mais?


Se não sabe por onde começar ou como escolher e combinar quadros no seu ambiente, segura na nossa mão e pode contar com a gente pra tudo. Já de cara, separamos dicas que vão te ajudar ao longo do processo todo.





01. ESCOLHA A PAREDE


O primeiro passo é escolher a parede na qual será sua galeria particular, separamos algumas dicas pra te ajudar:



  • Leve em consideração que será um espaço de destaque. Com isso em mente você pode seguir 2 caminhos: Escolher uma parede principal que seja a primeira que você vê ao entrar em casa, a que você mais olhe durante o dia já ou a maior do ambiente. Ou você pode escolher uma parede que não tem utilidade e está abandonada precisando de um carinho, como o corredor, a parede que acompanha uma escada ou o espaço em cima do sofá e da cama - são ótimas opções para quem mora em um espaço pequeno.

  • Se essa parede tiver iluminação artificial direta, como arandelas ou spots, melhor ainda.

  • É importante escolher uma parede que você possa proteger do tempo. Umidade e sol direto em excesso podem desbotar as artes e prejudicar as molduras.


02. SELECIONE AS OBRAS


Agora que você já sabe onde quer posicionar as obras, como escolhê-las?



  • Se você não sabe por onde começar, primeiro escolha uma única peça, pode ser uma que você já tenha ou alguma que foi amor à primeira vista e depois vá escolhendo outras peças que façam sentido com a primeira.

  • Para criar uma sensação de unidade, as obras precisam ter alguma característica em comum. Pode ser uma seleção de obras que tenham a mesma cor, o mesmo estilo ou até o mesmo formato, mas se você não quiser se limitar na hora da escolha das obras esse ponto em comum pode ser simplesmente a moldura. Usar a mesma cor de moldura para todas as obras, por mais que elas sejam bem diferentes entre si, traz uma sensação de unidade.

  • Essa pode parecer uma dica óbvia, mas é necessária: tenha sempre como prioridade o seu gosto pessoal, escolha peças que você gostou muito, seja porque te despertou algum sentimento ou emoção ou simplesmente porque achou maravilhosa. Afinal, você é a pessoa que mais vai olhar para essas artes e é mais importante que você ame aquela peça que vai te acompanhar diariamente do que ela se enquadrar na tendência mais recente no mundo da decoração.

  • Considere a possibilidade de trazer outros elementos que não sejam quadros para sua galeria particular. Você pode usar itens sentimentais como o mapa de alguma viagem importante, um chapéu, fotos pessoais, algum objeto que pertencia a alguém que você ama etc.


03. MONTE A COMPOSIÇÃO


Com as obras selecionadas e emolduradas, é hora de escolher a posição delas na parede e como elas vão interagir entre si e com outros elementos da sua decoração. Segue nossas dicas que vai dar tudo certo!


Basicamente você pode escolher três tipos de grid: perfeito, orgânico ou linear.



  • O grid perfeito tem uma distribuição uniforme e a separação entre os quadros é fixa, ideal para quem gosta de tudo alinhadinho ou para quem quer trazer uma sensação de elegância e imponência, o jeito mais fácil de fazer isso é usar obras do mesmo tamanho.



  • Já o grid orgânico dá uma aparência mais descontraída e traz uma sensação de aconchego, mas cuidado para só não sair pendurando tudo para não ficar com cara de bagunçado. Manter a mesma distância entre os quadros traz um conforto visual muito importante para esse tipo de composição, de 5 a 15cm de distância entre uma obra e outra é o que os profissionais de decoração indicam. Outra dica é alinhar quadros com o mesmo formato entre si, fazendo pequenas composições perfeitas dentro da sua grande composição orgânica.



  • O grid linear pode ser organizado na vertical ou na horizontal, a composição mais óbvia é alinhar pelo centro, mas teste alinhar por um dos lados para ver se faz mais sentido no seu espaço. (Por exemplo, se a sua coluna de quadros for no canto esquerdo da parede, pode ser legal alinhar os quadros para a esquerda para acompanhar a linha do fim da parede)

  • Leve em consideração os outros elementos da decoração naquela parede, uma arandela, uma prateleira ou um nicho podem interagir com os seus quadros. Se a gallery wall for montada perto de uma mesa ou prateleira, por exemplo, tente apoiar obras nestes espaços para criar uma interação entre móveis e parede.

  • Pense na altura dos olhos (aproximadamente 1,5m de altura para quem está em pé e 1,1m para quem está sentado).

  • Antes de furar a parede, monte a composição no chão. Assim, você pode testar várias opções. Se você tiver dificuldade de visualizar como vai ficar na parede, corte pedaços de papel no tamanho dos quadros e posicione-os na parede com fita crepe para testar a composição.

  • Dica extra: veja nosso reels que ensina uma forma prática e rápida de marcar a posição do prego na parede.



Inspirado para montar a sua Gallery Wall?


Veja algumas composições pré selecionadas pela nossa curadoria AQUI.

Ou use o filtro da nossa loja online para montar a sua própria composição.





Posts recentes

Ver tudo

Panning

GC36

SOBRE | ARTISTAS | BLOG36 | PARTICIPE

POLÍTICA DE TROCA E REEMBOLSO

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE E TERMOS DE USO

FALE CONOSCO

galeriacalixto36@gmail.com

Acompanhe nossas novidades

e bastidores nas redes sociais

Cadastre-se para receber nossas notícias :)

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon

Praça Benedito Calixto, 36 - Pinheiros, SP
CNPJ 34.708.280/0001-09